Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Em Agudos as UBSs atendem casos suspeitos de dengue sem agendamento. -


No comando: Clássicos Sertanejos

Das 04:00 às 06:00

No comando: Manhecer no Sertão

Das 06:00 às 09:00

No comando: Alvora 87

Das 06:00 às 09:00

No comando: Tempo de Reflexão

Das 08:30 às 09:00

No comando: Conexão Cidade

Das 09:00 às 12:00

No comando: Os Corneteiros

Das 09:00 às 13:00

No comando: Sessão da Câmara Municipal de Agudos

Das 09:00 às 13:00

No comando: Kairós

Das 10:00 às 12:00

No comando: Balanço 87

Das 12:00 às 14:00

No comando: Toca Todas

Das 13:00 às 16:00

No comando: Domingo Esportivo

Das 14:00 às 19:00

No comando: Agito 87

Das 16:00 às 19:00

No comando: Especial Sertanejo

Das 16:00 às 19:00

No comando: Santa Missa

Das 19:00 às 20:00

No comando: Flash House

Das 19:00 às 22:00

No comando: Arquivo 87

Das 20:00 às 22:00

No comando: A voz do Brasil

Das 21:00 às 22:00

No comando: Gospel 87

Das 22:00 às 00:00

No comando: Viagem Love

Das 22:00 às 00:00

No comando: Viagem 87

Das 22:00 às 00:00

No comando: Momento Gospel

Das 22:00 às 00:00

No comando: Rock 87

Das 22:00 às 00:00

Em Agudos as UBSs atendem casos suspeitos de dengue sem agendamento.

Agudos – Em meio ao grande número de casos confirmados de dengue na cidade neste início de ano, a Prefeitura de Agudos (13 quilômetros de Bauru) eliminou a necessidade de agendamento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para pacientes com suspeita da doença. Até esta terça-feira (22), o município contabilizava 60 casos positivos de dengue, todos eles autóctones (contraídos em Agudos). Outros 83 pacientes aguardam resultado de exames para a confirmação da doença.

De acordo com a prefeitura, a mudança feita pela Secretaria de Saúde a pedido do prefeito Altair Francisco Silva (PRB) busca tornar mais rápido o atendimento aos pacientes com suspeita de dengue. A orientação é para que pessoas que apresentem sintomas da doença procurem a UBS mais próxima de sua residência.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Marilia Isis Gilioti Souza Vaz, a agilidade no acompanhamento dos pacientes com suspeita de dengue por um profissional da área médica reduz o risco de agravamento do seu quadro de saúde e minimiza a possibilidade de transmissão do vírus causador da doença.

“Embora o atendimento nas unidades de saúde seja feito por agendamento, a partir de agora, todas as unidades do município irão priorizar os casos de pessoas com sintomas. Assim, fica mais fácil e rápido para o morador que tenha os sintomas e o município evita que haja sobrecarga de pacientes na UPA”, explica.

Ainda de acordo com a titular da pasta, a medida foi tomada como forma de amparar a população que já foi atingida pela dengue, mas o alerta é para que todos estejam atentos para combater o aumento dos criadouros do mosquito transmissor, o Aedes aegypti, e assim evitar que mais pessoas sejam infectadas.

Mutirão contra a dengue

Pela segunda semana seguida, equipes da Vigilância Sanitária, Controle de Vetores e agentes comunitários de saúde de Agudos visitam bairros da cidade para orientar moradores sobre o mutirão de combate à dengue, que pretende recolher o maior número possível de inservíveis como forma de combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Esta semana, o trabalho está concentrado nos bairros Jardim Vienense, Chácara Avato, Jardim Danúbio, Jardim Nilce, Núcleo Mario Campezato e Centenário Park. O mutirão prossegue até o dia 18 de fevereiro.

A população deve colocar nas calçadas materiais como garrafas, pneus velhos, latas e móveis velhos. Entre outubro e dezembro do ano passado, foram confirmados em Agudos 32 casos autóctones da doença.

Além da prevenção, o setor de Controle de Vetores vem realizando a nebulização nos locais onde foram confirmados casos da doença. É importante que os moradores sigam as orientações e permitam a entrada dos agentes nos imóveis.

Os agentes de Saúde estão devidamente uniformizados e identificados. Em caso de dúvidas, o morador deve entrar em contato com o setor de Vigilância Sanitária/Controle de Vetores por intermédio do telefone (14) 3262-2383.

Fonte Jc net

Deixe seu comentário: